quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Jazz ou Blues?

Minhas mãos não acompanham o ritmo acelerado dos meus pensamentos. Aliás, nada em meu corpo acompanha. Acho que é por isso que sou tão desastrada, tão atrapalhada!
Talvez seja por isso que gosto tanto das reticências... elas servem para tentar completar os meus pensamentos inacabados, para subentendê-los! Se não for possível compreender o que não foi escrito...
Hoje descobri algo novo sobre mim: sou muito menos jazz e muito mais blues! Não sei bem, ainda, o que isso significa... talvez reflita meu momento atual... estou mais inquieta do que poderia supor... Ando, de fato, muito ansiosa.
Também, pudera,  tantos acontecimentos em um espaço de tempo (existe “espaço de tempo”?) tão absurdamente curto... tantas decepções, quase contravenções! Acho até que tenho administrado bem, muito bem, todas essas questões. Ah! E os sentimentos que elas me causam!
É certo que tenho minha parcela de responsabilidade, assim como o é o fato de que, só para variar um pouquinho, eu guardei muitas coisas para mim... não falei, não me coloquei, não defendi meus interesses e meu ponto de vista... mas também não “polemizei”, não me envolvi em discussões inúteis e desnecessárias, não usei e abusei do meu incomensurável poder de ferir o outro!
Fui obrigada a “me virar” sozinha, a tomar uma série de decisões que deveriam envolver mais de uma parte. Mas cresci absurdamente, tive que aprender um monte de coisas novas, muitas das quais relacionadas às providências de vida prática; talvez eu não tivesse me interessado pelo assunto de outra forma...



video
                   From: http://www.youtube.com/watch?v=4Ny5ajCn0xw

Nenhum comentário:

Postar um comentário